segunda-feira, 21 de novembro de 2016

O romance de Neil Aspinall e Mona Best


Uma das estórias mais bem guardada ao longo dos anos, foi a relação entre Neil Aspinall e Mona Best. 

Este relacionamento bem como o filho nascido do mesmo, em 1962, Vincent "Roag" Best, era um dos maiores segredos em Liverpool na época, com poucas pessoas sabendo a verdade, embora circulassem rumores de que algo acontecia entre eles.

Só depois da morte de Mona Best em 1988 é que a história foi publicitada, 10 anos depois num livro publicado e que desvendou toda a estória. Hoje a maioria dos fãs dos Beatles, sabem que Neil e Mona foram um secreto caso de amor e romance, e portanto não deixa de ser interessante para a história dos Beatles.

Neil Aspinall era amigo de Paul e George desde os tempos da escola primária. Neil e Paul estavam na mesma classe, sendo ele igualmente companheiro e amigo de George Harrison, com quem fumou o seu primeiro cigarro.

Após a primária, Neil foi para contabilidade, mas como a maioria dos rapazes durante esse tempo, gostava de ouvir música, ia  diariamente ouvir os seus amigos tocar no Casbah Coffee Club, que era propriedade de Mona Best, mãe de Pete Best.


Para fazer umas libras extras e como a sua casa em Hayman's Green era muito grande, Mona recebia hóspedes. Depois de conhecer Mona e a sua família, Neil candidatou-se a uma vaga, e hospedou-se num dos quartos da casa em 1960. Neil tinha 19 anos e Mona tinha 36 anos.

Mona Best foi casada com Johnny Best, que era um promotor de boxe em Liverpool. Curiosamente Rory Best é a única criança biológica de Mona e Johnny. Quando o casal se conheceu na Índia, Mona estudava medicina. Mas, depois do seu casamento com a Best em 194, mudou-se para Liverpool, UK.

Constava que o marido Joohnny, não aprovava minimamente a independência de Mona, que seria demasiado liberal e  feminista, para a época. Era independente e encarregou-se de comprar a grande casa em Hayman's Green empenhando as suas joias, e com o produto da penhora, apostou num cavalo de corrida, sem o marido saber, tendo ganho essa aposta. Como a casa tinha uma grande cave, Mona arregaçou as mangas e abriu um dos primeiros clubes de musica ao vivo em Liverpool, The Casbah Coffee Club, mais uma vez sem a bênção do marido.

Quando Neil veio morar em casa, Johnny e Mona estavam prácticamente separados, pois Johnny estava sempre a viajar, por causa do seu trabalho como promotor de combates  de boxe e não estava em casa muitas vezes. Mas sempre se recusou a dar o divórcio a Mona.
Ninguém sabe ao certo como ou quando o relacionamento romântico começou entre os Mona e Neil, ou o quanto os outros sabiam sobre esse assunto. Neil e Pete Best tornaram-se amigos próximos bem como de Paul e George.


Neil deixou o trabalho de contabilista e tornou-se no “road manager” dos Beatles, ocupando-se a tempo inteiro do equipamento e da produção dos espectáculos dos Fab Four.
Na primavera de 1962, era óbvio que Mona Best, que tinha 38 anos, estava grávida o que causou imensos mexericos, já que o seu marido Johnny não se via pelas redondezas há muito tempo. No entanto, ninguém questionou Mona sobre o bebê. Victor Roag Best nasceu a 21 de Julho de 1962. Querendo que seu filho fosse legítimo, Mona decidiu registar Johnny Best como o pai da criança e dar-lhe o sobrenome da família Best.

No entanto, outra grande mudança estava prestes a acontecer na família Best, quando em 16 de Agosto de 1962, Pete Best foi demitido por Brian Epstine dos Beatles. Neil estava com  Pete no momento em que este recebeu a triste noticia. Neil permaneceu amigo de Pete, pois estava envolvido com Mona e continuou a trabalhar com os Beatles.

Constou que Neil teria saído da casa de Mona e que estes se tinham separado, logo após o despedimento de Pete dos Beatles. No entanto não há dados concretos que provem que essa situação seja totalmente correta. Neil pode ter se mudado para outra casa, no entanto, nunca foi um abandono total. Ia lá com alguma frequência armazenar o equipamento dos Beatles, como era hábito,ele entrava, descarregava os amplificadores e abateria de Ringo, enquanto este, John, Paul, e George ficavam dentro da carrinha do lado de fora do quintal da casa de Mona.

Quando  Neil se mudou para Londres, o seu relacionamento com Mona não terminou. Há várias estórias sobre Mona a visitas Neil no seu apartamento londrino, em 1963. Mas a relação entre eles acabou para sempre quando Aspinall conheceu Suzy em 1964. Casaram-se em 1968 e permaneceram casados durante 40 anos até á morte de Neil.


Estranhamente, embora Mona não se coibisse de comentar publicamente o facto de os Beatles terem despedido o seu filho, porque segundo ela, os outros Beatles tinham ciúme de Pete por este ser mais bonito e ter maior numero de fâs, manteve sempre um bom relacionamento com os Fab 4. 
Nenhum dos Beatles falou com Pete Best depois de ele ter sido demitido.

Mona ainda emprestou a John Lennon as medalhas de guerra do seu pai, que usou na capa do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, em 1967. John ficou tão agradecido que quando devolveu as medalhas, juntou o troféu atribuído pela revista  Cash Box, que também aparece na capa “dentro” da letra L, acompanhado com um bilhete que dizia: "All You Need is Love" doll. Será que o facto de Mona ser a mãe do filho de Neil tenha algo a ver com isto?

Por muitos anos, Roag negou os rumores de que Neil Aspinall era o seu pai. Mas nos últimos anos, Roag tem assumido com orgulho ser filho de Mona Best e de Neil Aspinall.

Sem comentários: