terça-feira, 29 de julho de 2014

Mama Cass, deixou-nos há 40 anos

Mama Cass, a cantora, que fez parte do quarteto The Mamas and The Papas, morreu em Inglaterra há exactos 40 anos.
 
No dia 29 de Julho de 1974, sofreu um ataque cardíaco fatal aos 32 anos. Por muito tempo "correu" uma lenda urbana contando que ela teria morrido engasgada com um sanduíche. 

Ellen Naomi Cohen, de seu nome verdadeiro, nasceu no dia 19 de Setembro de 1941, em Baltimore.
Cass começou a cantar na cena folk. Fez parte de grupos como os Big 3 e The Mugwumps – nesta última ao lado dos canadianos Zal Yanovsky, que viria a integar os Lovin' Spoonful, e Denny Doherty

Quando esta banda se separou, Doherty convidou Cass para entrar num novo projecto do qual ele faria parte, chamado The New Journeymen, que também tinha em sua formação John Phillips e a esposa Michelle.
O líder Phillips, a princípio, não queria Cass no grupo por a achr “gorda”. Mas logo se rendeu á potência vocal, ao charme e ao bom humor da cantora.

Durante dois anos os Mamas and The Papas projectou o optimismo californiano e foi uma das bandas de maior sucesso no mundo, com hoits como “California Dreamin'”, “Monday Monday” e muitas outras.

Mas se o quarteto projectava uma imagem de “hippies bonzinhos”, a estabilidade interna era minada por recriminações e competição feroz entre os quatro integrantes do grupo.
Em 1968, os Mamas and Papas desmoronou-se, separou-se.
 
Cass partiu para uma carreira-solo e “Dream a Little Dream of Me”, uma canção gravada originalmente por Bing Crosby e que ela tinha gravado ainda nos  Mamas na The Papas, tornou-se num hit mundial.
 
Quando começou a cantar sem os companheiros, Cass ainda estava insegura e a primeira temporada dela em Las Vegas em 1968 no Caesars Palace foi um desastre. Mas Cass,  recuperou do revés e o futuro parecia brilhante.

Tornou-se num dos rostos mais frequentes da TV norte-americana naquele período. 

Conseguiu mais um par de hits com as canções "Make Your Own Kind of Music" e “It’s Getting Better”. 

Em 1974, a cantora cumpriu uma temporada de enorme sucesso no London Palladium em Londres. Mas depois deste triunfo, morreu enquanto dormia. Por uma incrível coincidência, o apartamento em que Cass morreu também seria o mesmo local da morte de Keith Moon, baterista dos The Who, que em 1978 sucumbiu a uma overdose de remédios, com muita vodka á mistura.