terça-feira, 19 de maio de 2009

Ningúem pára este maluco?

O padre irlandês Neil Horan, que agarrou o atleta Vanderlei Cordeiro de Lima, quando este liderava a prova da maratona nas Olimpíadas de Atenas em Agosto de 2004, foi aprovado na primeira fase do programa, que revelou, Susan Boyle.
Horan, que perdeu a batina em 2005, apresentou-se no "Britain's Got Talent", no sábado , 16 de Maio, com uma dança folclórica irlandesa.
A actuação de Horan, foi aprovado por dois dos três juízes - Simon Cowell, não lhe deu o seu voto, mas o maluco irlandês, passou á fase seguinte do programa, exibido no canal britânico ITV1.
Os produtores do programa afirmaram que os actos passados de Horan, como o episódio envolvendo o maratonista brasileiro em 2004 e a invasão de uma corrida em Silverstone, só foram descobertos depois da participação do ex-padre.
Horan participou nas audições "para mostrar seu talento na dança folclórica irlandesa " e o seu passado, só foi descoberto, depois da sua apresentação, afirmou a Talkback Thames , empresa responsável pelo casting do programa .
"Em nenhum momento durante a filmagem Neil Horan, mostrou qualquer outra motivação para estar no programa, a não ser dançar", acrescentou a Talkback Thames.
"Portanto, acreditamos que não havia razão para não deixarmos actuar, Neil."
Horan, por sua vez, disse ao jornal britânico Daily Mirror que estava "orgulhoso por representar a Irlanda e mostrar o seu folclore".
Em 2003 Neil Horan foi preso durante dois meses por ter "furado" a segurança, do circuito de Silverstone, na Grã-Bretanha, e ter atravessado a pista, durante uma corrida usando roupas tradicionais irlandesas, e publicitando, com cartazes, temas religiosos.

Sem comentários: